A morte de Silvério Reis

Neste romance de ficção escrito por Abel Vargas para público jovem e jovem-adulto, o cantor de bolero Silvério Reis é um personagem/veículo apaixonante, que nos permite revisitar a potência e a paixão de olhar o mundo como da primeira vez. Quem se permitir amar este cantor de bolero irá reviver o espanto, a dor, o amor, com uma intensidade que desperta, rejuvenesce e emociona. Os flashbacks da infância, a relação com as mulheres e a música são seus principais portais. Para leitores e leitoras, o acesso ao universo da obra se dá a partir do tiro que acerta o peito do protagonista, logo na primeira página. Seria ele um Brás Cubas no início do século 21?
Ilustração e capa: Bicicleta Sem Freio.
Encartes: vinil + 3 posters

Compre AQUI.

Comentar